Introdução a linguagem Scala – Parte 1

A Máquina Virtual Java (JVM) é muito conhecida por sua portabilidade, possibilitando o desenvolvimento de aplicações que possam rodar em diversas plataformas, o famoso “write once, run everywhere”. Isso é possível por que quando um código em Java é compilado é gerado um código intermediário formado por bytecodes, que são instruções independentes de plataforma que a JVM consegue executar. Além disso a JVM ainda faz otimizações …

Continue reading